>
Esquerda   Revista Mkmouse    Esquerda

Mkmouse - Revista Mensal Edição nº 100 - 31 Outubro de 2019


iInformatica

Firewall Linux IPFire foi corrigido contra vulnerabilidades do SACK Panic


informatica fig

Michael Tremer anunciou o lançamento do IPFire 2.23 Core Update 134.

Esta é uma nova atualização de manutenção para o firewall baseado em Linux de código aberto.

O novo IPFire adiciona as últimas correções de segurança e atualizações de componentes.

Assim, o Firewall Linux IPFire foi corrigido contra vulnerabilidades do SACK Panic.


Sobre o Firewall Linux IPFire foi corrigido contra vulnerabilidades do SACK Panic


informatica fig

Portanto, é disso que trata a atualização principal do IPFire 2.23.

As vulnerabilidades de segurança recentemente descobertas do SACK Panic (CVE-2019-11477 e CVE-2019-11478) afetam os segmentos processados ??de Confirmação Seletiva TCP (SACK) do subsistema de rede do kernel Linux.

Estas são falhas sérias e podem permitir que atacantes remotos causem o chamado ataque SACK Panic (negação de serviço).

      O kernel do Linux era vulnerável a dois ataques DoS contra sua pilha TCP.

      O primeiro possibilitou que um atacante remoto provocasse um kernel panic para invadir.

      Além disso, um segundo atacante poderia enganar o sistema para transmitir pacotes muito pequenos para que uma transferência de dados utilizasse toda a largura de banda.

      Deste modo, sobrecarregaria o sistema com o envio de pacotes”, disse Michael Tremer no anúncio de lançamento.


Componentes atualizados e outras melhorias


Entre outras mudanças incluídas nesta atualização, podemos mencionar:

      O Captive Portal foi aprimorado para ser exibido depois que o IPFire for reiniciado;

      A cifra GCM agoratem preferência em relação ao CBC para conexões TLS;

      Sublinhados agora são suportados para endereços de e-mail inseridos na interface Web;

      e a tradução francesa foi atualizada, assim como várias strings.

Além de corrigir as mais recentes vulnerabilidades de segurança e corrigir bugs, esta versão de manutenção também atualiza vários componentes para suas versões mais recentes.

Estes incluem o Bind 9.11.8, o Unbound 1.9.2 e o Vim 8.1.

Você pode fazer o download do IPFire 2.23 agora mesmo.

No entanto, os usuários existentes devem atualizar suas instalações usando o sistema integrado de gerenciamento de pacotes.



Fontes:-

informatica


Link para este texto em formato PDF

Link para os textos anteriores


São Paulo, SP, 31 Outubro de 2019

Mkmouse


Barra Quadrada


iInformatica

Linux: como recuperar arquivos deletados
02/08/2012 às 18:51
Léo Müller


informatica fig

Por vezes, nos deparamos com situações em que vários arquivos de pendrives ou pastas do HD simplesmente desaparecem.

Normalmente, isso acontece por alguma alteração feita no disco quando você estava desatento.

Sendo assim, só resta lamentar as perdas, certo?

Não definitivamente.

Saiba que existem formas que podem recuperar tudo o que você perdeu sem muita complicação.

Com alguma distribuição Linux instalada no seu PC, é possível reverter o processo e conseguir acessar tudo o que você perdeu ou pelo menos parte disso.

Para tal, você precisa instalar o software Foremost na sua distro.


Passo 1

Para adicionar o tal programa ao seu sistema, você pode fazer o download pela Central de Programas do Ubuntu ou baixar o arquivo neste link.

Como vamos utilizar uma versão do Ubuntu neste tutorial, faremos o processo a partir da Central de Programas.

Sendo assim, encontre a central no seu sistema, na barra de atalhos ou pesquisando através do menu de aplicativos do SO.


Passo 2

Com a Central de Programas aberta, pesquise o nome do Foremost na barra de buscas.

Assim que os resultados estiverem compilados, selecione o item “Aplicação forense para recuperar dados” e, em seguida, clique em “Instalar”.


informatica fig

Passo 3

Agora, você precisa conectar o disco ou memória flash do qual deseja recuperar arquivos deletados.

No entanto, se o dispositivo em questão for um HD interno, será preciso reiniciar o Ubuntu para dar continuidade ao procedimento.


Passo 4

Com o PC novamente iniciado, é necessário acionar o terminal do sistema para restaurar os arquivos.

Sendo assim, vá ao menu de aplicativos do Ubuntu e pesquise “terminal”. Em seguida, clique na alternativa correspondente entre os resultados.


informatica fig

Passo 5

Para continuar, você deverá estar logado no terminal, caso contrário, assim que a primeira linha de comando for digitada, a sua senha será requisitada.

Desse modo, digite o seguinte comando:


sudo fdisk -L


Feito isso, analise a tela exibida no terminal e identifique o disco do qual serão recuperados os arquivos observando o espaço total de cada um.

Em nosso caso, o pendrive que vamos utilizar ficou como “/dev/sdc”.


informatica fig

Passo 6

Neste momento, será necessário criar uma réplica raw do seu disco.

Dependendo do espaço do dispositivo, o procedimento pode ser um pouco demorado.

Para tal, digite a linha:


sudo dd if=/dev/sdc/ of=pendrive.raw


Onde escrevemos “/dev/sdc”, substitua pelo nome do seu disco.

Feito isso, entre com a próxima linha de comando:


sudo foremost -t all -i pendrive.raw -o recuperados


Em nosso caso, utilizamos “all” para selecionar todos os itens para a recuperação.

No entanto, se você procura apenas um documento ou imagem, substitua esta parte pela extensão do arquivo procurado.

Caso seja uma foto, coloque JPG, JPEG, GIF etc.

31 Outubro

Passo 7

Com isso, os seus arquivos já devem estar recuperados.

Sendo assim, para acessá-los, digite o seguinte comando:


sudo nautilus recuperados


Desse modo, o navegador de arquivos exibirá um diretório com todos os arquivos recuperados separados por pastas que indicam a extensão dos documentos.

No entanto, os itens não retornam com os antigos nomes e será preciso procurar o que você deseja dentre as opções.


Nota: este processo de recuperação é válido apenas para os arquivos que foram deletados do disco, porém o local onde estavam não foi reutilizado.

Ou seja, nada foi gravado na mesma área onde eles tinham sido registrados anteriormente.



Fontes:-

informatica


Link para este texto em formato PDF

Link para os textos anteriores


São Paulo, SP,31 Outubro de 2019

Mkmouse


Barra Quadrada


Editor:- Jarbas Borges - Ano 08 - Edição nº 100 - 31 Outubro de 2019
Revista Mensal Mkmouse - Ano de 2019