Esquerda   Revista Mkmouse    Esquerda

Mkmouse - Revista Mensal Edição nº 081 - 084 - 31 Julho de 2018

Culinária:

Pimenta no blog dos outros é refresco!


Receitas fig

Ok!

Temporariamente suspenso os post turísticos (por término das férias, de dinheiro e pra vocês não enjoarem...!).

Estava eu aqui no supermercado H2B, amo por sinal, e achei bacana as cores e a variedade das pimentas.

"Neusa que soy", tirei uma foto e postei na minha página pessoal do face (gracias instagram!).

Foi aí que algumas amigas tupiniquins me sugeriram um post sobre as pimentas daqui e eu achei bacana.

Mas vai ter que ser tipo, uns 20 posts só sobre pimenta , tratando -se de México. Comecemos aos pouco e juntos , vamos descobrindo.


Receitas fig

Os mexicanos acreditam que comer muita pimenta equilibra a temperatura do corpo, fazendo com que a pessoa não sinta o efeito das altas temperaturas.

E aqui amigos, perto da California tem regiões que atingem 50 graus no verão.

A culinária Mexicana, por utilizar bastante as pimentas nas suas receitas – além de muitas verduras e leguminosas (os pratos são sempre muito coloridos) – é considerada uma culinária muito saudável.

Algumas mais aromáticas, outras mais ardidas, tem pra todo gosto e tolerância!

Sempre o garçom te pergunta se você quer o prato picante ou não, com essa sua cara de estrangeiro, ele duvida de você....rs

E muitas pimentas vem a parte, em saquinhos, potinhos, pra você colocar de acordo com seu gosto! Faz o teste de fogo primeiro, com um totopo, pra depois se aventurar ou não...

Vamos a alguns tipos de pimentas que aqui encontramos e fazem parte da listinha de compras do mexicano moderno:


Pimenta Habanero:

Foi a primeira pimenta cultivada pelos maias, originária do Caribe.

Tem forma de lanterna

Pode ser consumida fresca, seca, ou em molhos.

Super forte o sabor, daqueles que não saem da boca, deixam tudo amortecido. Podem ser amarelas,, laranjas ou vermelhas

É considerada uma das mais fortes que existem.

Há dois tipos: a Red Savina (mais ardida) e a Habanero do Chile, também muito forte.



Receitas fig


Pimenta Caiena:

É uma variedade da malagueta.

Além de saborosa, é uma pimenta que concentra a maior quantidade de vitaminas.

Em pó, é usada em pratos que pedem um sabor mais picante.


Receitas fig


Pimenta Chipotle:

O chipotle é uma pimenta vermelha, com sabor forte, que muitas vezes é vendida em conserva, em pó ou em molhos, que podem ser usados em guisados de carne ou consumidos com outros aperitivos.

Quando os jalapeños, que são verdes amadurecem, eles ficam vermelhos, e são transformados em chipotles.

Os jalapeños vermelhos são colhidos e colocados em placas de metal dentro de um compartimento de fumo, onde permanecem durante vários dias.

Dessa forma, eles perdem a sua umidade e ficam com a aparência de passas ou ameixas secas.


Receitas fig

E pra completar nossa aulinha, pesquisei no google (junto com todas as outras fotos que de lá vieram, salvo a do H2B!) umas tabelas com nível de ardência e tipos, deem só uma olhada:


Receitas fig

Receitas fig

Receitas fig

Receitas fig

Tem pimentas nas inocentes balas, inclusive naquelas gentilmente cedidas nos restaurantes quando você vai pagar a conta.…

Se você sai com uns chopps a mais, atenção a bala!!!!! e o amiguinho da sua filha , vai comer aquele doce de pimenta como se fosse brigadeiro, olhando pra você, te desafiando...


Receitas fig

Receitas fig

E terminando a fase de iniciação as pimentas, as crianças levam no lanche da escola, junto com suas salsichas e molletes (Pão, com feijão e queijo....post pra comidas excentricas....), um potinho de frutas com..…

Pó de pimenta!!!! Juroooooo! Minha filha é um et com suas bolachas e yakults...rs

Corta o Limao ao meio, com o copo gelado, esprema metade no copo, e passe na borda do mesmo pra grudar o sal (vira o copo de ponta cabeça pra grudar o sal).

Encha o copo com gelo.Acrescentar o molho de tomate, a pimenta e o molho inglês.

Adiocionar a cerveja e mexer.

Eis que está pronta uma bebida muito commum mexicana!!!!

Não curto muito, mas é uma questão de costume!


Receitas fig

"..Cultivada no Novo México a pelo menos quatro séculos, a pimenta traz muitos benefícios à saúde, pois auxilia no emagrecimento, digestão, melhora a enxaqueca, entre muitas outras vantagens.

Além disso, a mesma substância responsável por dar o caráter ardido da pimenta, é aquela que possui as propriedades benéficas a saúde, por isso, pimenta que é pimenta, arde."

Já criei uma certa resistência a pimentas, e já sinto falta delas.

Sempre gostei de tudo muito temperado, então não foi um susto tão grande pro meu organismo, e JURO, que ainda não tive problemas que precisasse ir a um médico ou farmácia!!!! rs


Receitas fig
0Essa foto que aguçou minhas amigas!!!! rs Direto do H2B.

Eu morro de medo de receber pessoas aqui em casa , porque, meus amigos mexicanos acham minha comida sem pimenta e logo me pedem uma "Valentinazinha".

Já meus parentes que chegam do Brasil, deixam a mesa cuspindo fogo e engolindo litros de água (salvo minha sogra, que revelou-se uma tremenda mexicana e já aderiu ao seu cardápio...).

Mas por que comer tanta pimenta?


Pimenta Chilli:

Extremamente picante.

Proveniente daqui mesmo, o ideal é que seu preparo não contenha pimenta demais, e que ela possa ser acrescentada no prato de acordo com o paladar de cada um. É uma das 150 variedades da malagueta.

Usa-se seca, substituindo a pimenta vermelha fresca, mas com moderação, pois seu ardume é intenso, porém saborosos.


Grau de Ardência: 8

Receitas fig

Pimenta Jalapeño:

Apresenta formatos de cones e são verdes, quando não estão maduros e vermelho quando estão.

Pode ser consumida fresca, na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó.

Seu nome é uma homenagem à cidade de Jalapa, capital de Vera Cruz, no México.

É utilizada em vários molhos para tacos e burritos.

Temos uns amigos que sempre pedem pra gente levar, porque aqui, elas vem em conserva, e eles comem com arroz, assim mesmo, como se fosse uma "vagem".Esta pimenta é muito popular não só pelo seu sabor mas também pela facilidade com que suas sementes são removidas.

Muito mais mexicanos que eu nesse ponto.


Grau de Ardência: 5

Receitas fig

Pimenta Poblano:

Uma das pimentas mais populares do México, e eu não conhecia!

A Poblano é preparada de forma cozida ou grelhada (dificilmente se come crua...).

É muito utilizada em diversos pratos daqui, como Chile Rellenos ou Chiles en Nogada (já ensinei vocês , lembram?

Com sabor doce e suave, mas tem que tirar as sementes...


Grau de Ardência: 2

Receitas fig

Pimenta Tabasco:

Esta pimenta é bem saborosa e picante.

Acho que desse tipo é bem mais comum encontrar no Brasil.

A polpa é usada no preparo de peixes e frescas são adicionadas a saladas.


Grau de Ardência: 6

Receitas fig

Receitas fig

Receitas fig

Receitas fig

Então pra terminar esse post quente, espero ter passado um pouquinho pra vocês do que aqui é super super normal, do uso das pimentas, se vcs não se lembrar tem um post sobre a relação dos mexicanos e das pimentas.


Con o sin salsa señora? - Mexicanos e a paixão por pimentas.

Quando perguntam do Brasil no exterior, os gringos imaginam índios, floresta e carnaval na maioria das vezes.

Não procede (pelo menos não é SÓ isso...rs)

Quando me falavam do México, me remetia a 3 coisas: Mariachis, Chaves e PIMENTA.

Então na minha cabeça, achava que seria um exagero mundial, que haveria sim pimentas, pero, não como as pessoas diziam!

Eu sempre gostei de pimentas, sempre experimentei, e como meu marido sempre estava no México a trabalho me levava uma Valentina.

Eu me achando a fortona, a tolerante, contava vantagem,  que colocava até na pipoca.

Tudo bem, mas , eu não sabia, que Valentina era categoria juninho....rs Café com Leite.

Cara, México é pimenta, e pimenta é México.

Tudo, tudo aqui mesmo tem pimenta.

No Walmart tem um corredor só de tipo e marcas de pimentas.

Acho que os bebês levam um tapinha pra chorar e uma jalapeño pra provar.É sério, um corredor!

A tolerância deles é monstro.

Eu comendo com eles, sempre observo, se eles vão dar algum sinal de "Caraaaa que forte....".

E nada , não se movem, agem normalmente.

E ai de você estrangeiro, que servir algum petisco em eventos, e não colocar o litrão de valentina do lado!!!!!

Claro que eu, a protagonista de um standy up comedy fiz bruschettas numa festa em casa e OUSEI não servir com pimenta.…

Mas, tinha um vidro sabiamente deixado na despensa.

Eles vão sendo preparados pra pimenta desde crianças, logo vi quando me deparei com cheetos & seus amiguinhos, todos sabores commmmm pimenta.

Reparem nos desenhos alertando aos estrangeiros desavisados.

E só tem esses, não tem cheetos para os fracos.

Receitas fig

Receitas fig

Agora, que já você já passou pela inicialização e, já ri do perigo é hora de aumentar o nível de pimentas.

Quando você senta num restaurante, independente do tipo de comida, a entrada é totopos com vários tipos de pimenta!

E quando vc olhar aquele vinagretinho básico, chamado pico de gallo, classifique sua tolerância a pimenta ou, se for corajoso, peça umas 2 garrafas de água e manda ver.


Receitas fig

E como não?

Aqui temos a Michelada!!!! 


Minha filha ainda está sendo inserida a esse mundo, pois pulou a etapa inicial...rs

Não chupou um jalapeño quando nasceu.…

Aliás, esse tipo de pimenta é a que mais me agrada:


Pimenta jalapeño: é uma famosa pimenta cujos frutas são cônicos, de coloração verde-claro a verde-escuro quando não maduros e vermelhas quando maduras.

É consumida fresca, processada na forma de molho líquido, conservas, desidratada ou em pó.

Bastante popular no México e nos Estados Unidos, seu nome é uma homenagem à cidade de Jalapa, capital de Vera Cruz, no México.

É utilizada em vários molhos para tacos e burritos.


Receitas fig

Receitas fig

Casos memoráveis:

O dia que meu marido, num jantar, só com seu chefe e sua família, comeu uma jalapeño ACHANDO que era uma vagem, numa mordida só.

Achando que era uma vagem!

E naquela política de não dar vexame, engoliu o pimenta e me olhou, suando, querendo me transmitir alguma mensagem subliminar de que queria liquido!

Virou meu refrigerante, suou , ficou vermelho e não sentiu mais sabor de nada depois daquilo.

Pra não ser injusta, dia desses, fomos ao um restaurante de frutos do mar , El Costeñito, e vi uns camarões gigantes e disse pra mesera, é esse…

Ela disse, - a sra é brasileira né???

Esse prato é muy picante!...

Dei um sorrisinho e disse, sabe de nadaaaaa..

Falei é esse mesmo, MORO AQUI. Juro, os garçons fizeram bolinho na frente, disfarçando mas não sabe…

E eu na primeira mordida no camarão, pensei, PQP!

Maldita Mesera(garçonete)

E o orgulho???? comi o prato sorrindo... normalmente, mas, que pimenta era aquela???????

Salsa de nao sei o que.... nao conseguia nem raciocinar.

Congelei numa cara e nao dei o gostinho pra virar piada.

E encerrando o post, minha família Buscapé, não conseguiu nem comer o sanduíche semmm pimenta do México, tive o cuidado de pedir sin pica, porque tinha feito um bife em casa, esquecendo que eles não fizeram os estagios!

Pela cara deles, não caiu muito bem...Caraca, minha mãe e minha irmã quase morreram…

Ficaram vermelhas, chorando, acompanhadas de um ataque de riso!!!

Então, quando alguém se referir ao México e associar pimentas, eles tem sim razão.

A Pimenta reina aqui.



Fontes:-

Receitas fig


São Paulo, SP, 31 Agosto de 2017

Mkmouse


  • Link para este texto em formato PDF
  • Link para os textos Anteriores desta Revista

  • Barra Quadrada


    Culinária:

    torta cremosa de arroz cozido, uma delícia!
    Publicado a 09/09/2017

    Receitas fig

    Ingredientes:



    Fontes:-

    Receitas fig


    São Paulo, SP, 31 Agosto de 2017

    Mkmouse


  • Link para este texto em formato PDF
  • Link para os textos Anteriores desta Revista

  • Barra Quadrada


    Culinária:

    SOPA DE ALHO PORÓ

    Receitas fig

    Ingredientes:


    Preparação

    - Em uma panela grande, refogue a cebola com o azeite.

    - Quando estiver dourado junte o alho poró e refogue um pouco mais.

    - Acrescente a água, o sal e deixe tudo ferver por 5 minutos.

    - Acrescente pouco a pouco a aveia, mexendo sempre para não grudar.

    - Deixe ferver de 5 a 7 minutos e regue com a cebolinha e a salsinha.

    - Sirva quente.


    Enviado por: Receitas no Bolso






    Fontes:-

    Receitas fig


    São Paulo, SP, 31 Agosto de 2017

    Mkmouse


  • Link para este texto em formato PDF
  • Link para os textos Anteriores desta Revista

  • Barra Quadrada


    Culinária:

    SOPA DE CABOTIÁ COM MILHO VERDE

    Receitas fig

    Ingredientes:


    Preparação

    - Coloque a abóbora para cozinhar com água e um pouco de sal.

    - Retire o milho das espigas e reserve.

    - Enquanto isso, refogue a cebola com o óleo.

    - Adicione o alho, o milho e 2 colheres de sopa de água. Abaixe o fogo e refogue com a panela tampada, mexendo de vez em quando.

    - Adicione o tomate e refogue por 2 minutos.

    - Quando a abóbora estiver bem cozida junte o refogado a ela, adicione o alho poró, o cheiro verde, o sal e deixe ferver alguns minutos.

    - Regue com azeite e sirva.


    - DICA: Se quiser uma sopa mais rala acrescente mais água.


    Enviado por: Receitas no Bolso



    Fontes:-

    Receitas fig10


    São Paulo, SP, de 2017

    Mkmouse


  • Link para este texto em formato PDF
  • Link para os textos Anteriores desta Revista

  • Barra Quadrada


    Culinária:

    SOPA DE FEIJÃO

    Receitas fig

    Ingredientes:


    Preparação

    - Pique a calabresa em cubinhos e reserve.

    - Em panela grande, refogue no azeite o alho amassado até ficar levemente dourado, acrescente a cebola, mexa até murchar e ficar transparente

    - Frite a calabresa até dourar.

    - Acrescente 1 litro de água e deixe ferver, coloque o macarrão e deixe cozinhar até ficar al dente.

    - Enquanto isso, bata o feijão cozido no liquidificador e despeje na panela com o macarrão.

    - Coloque o limão, acerte o sal e deixe ferver uns 10 minutos com a panela semi-tampada.

    - Se ficar com o caldo muito grosso, coloque mais água.


    Enviado por: Receitas no Bolso



    Fontes:-

    Receitas fig10


    São Paulo, SP, 31 Agosto de 2017

    Mkmouse


  • Link para este texto em formato PDF
  • Link para os textos Anteriores desta Revista

  • Barra Quadrada


    Editor:- Jarbas Borges - Ano 07 - Edição nº 081 - 084 - 31 Julho de 2018
    Revista Mensal Mkmouse - Ano de 2018